Amanhã, no tuinto, a equipe Drops estará presente na posse de Djou Bíndem. Análises acuradas, pensatas profundas, reflexões de altíssimo gabarito. Ou seja, Suzi e eu estaremos bêbadas o dia todo. Abra sua garrafa de vinho e venha conosco.

A partir das 14:00 horas!

Contas: @DropsdaFal e @castelani_suzi

Volto para você como quem volta para um velho hábito malvado. Volto, volto. Volto a falar com você como quem pisa em ovos, mas também em flocos de algodão. Volto a falar com você como quem volta aos soquinhos, aos soluços, aos sorrisos. Volto a falar com você como quem volta quase sem querer e a toda velocidade, com cuidado e esbarrando nas coisas, derrubando pratos, tropeçando nas flores do tapete, desmaiando de calor, fazendo um barulhão e acordando o cãozinho. Volto para você baixando as músicas que adoro, sem conjugar o verbo “nosso”, sem pensar no que encontrarei. Volto a falar com você, com você, com você, bebendo café pelando de quente, ligando aí sem apertar o botão de “complete a ligação, por favor”, fazendo risotos lindos que não dividimos, lavando a louça quando é tarde da noite e a Marli chora de dor nas costas, alimentando o gatinho doente e pedindo baixinho que ele fique bem, fique bem. Volto à ideia que tenho de você, ao nada, ora, aos muitos nadas, celebrando a vitória do candidato com todo mundo, menos com você, medindo a temperatura da água com a ponta do pé e me tacando na piscina sem tirar a viseira. Volto a falar com você, e apenas com você, enquanto coleciono coelhinhos e rinocerontes e passarinhos e melhoro a receita da caponata, enquanto sinto frio aos trinta e quatro graus (é sério, estou de meias), enquanto não faço planos e, ainda assim, traço rotas minuciosas para lugar absolutamente nenhum. Volto, volto, volto. Volto a falar com você todos os dias, a cada momento, enquanto planejo a dominação mundial e mantenho Antão e Peixoto abastecidos de balas de menta e biscoitos, enquanto compro flores e pastéis toda semana, enquanto atraso o envio do texto, enquanto este país me desespera um tanto e me cansa mais ainda. Volto a falar com você e o Drexler canta e o seriado dos zumbinhos acaba outra temporada e as folhas do caderninho se soltam e um novo capítulo chega e eu, olha só, eu realmente não deveria.

Domingo-caderninho

Semana, dor, programação, fim, vermelho, todo um novo livro para escrever, flores e um macaco, no último caderninho que você me deu.

Uvas no congelador, sua voz na minha caixa postal, os planos para Buenos Aires em agosto, a dedicatória no livro do Eco, cheiro de alecrim, a última foto com as cachorras, a lista de coisas na gaveta de cima, o nome de todas as estrelas, um telescópio na varanda, o edredom de cavalinhos, um beijo no cabelo, a cobertura da piscina, um novo lar para um velho cãozinho, nossas impressões digitais, a gaveta de cuecas, seu Neroli da Bvlgari na minha pele, as questões não resolvidas, os documentos dos carros, um buraco na cerca, seus pés quentes nos meus, gelados, a chave nas mãos da prima Elisa, as futilidades necessárias, a prancha de desenho, uma ponte romana na Alemanha, seus olhos e mãos, a papelada na mesinha de centro, a cafeteira nave-espacial, as gatas amontoadas no vitrô, sanduíche de queijo e salame, os CDs da Salmaso, água gelada, chá morno, café pelando, uma colcha boliviana, doce de leite do Uruguai, seu esnobismo e seus queijos italianos, as lombadas dos livros tão velhos, o vento da serra, a voz do Vanzolini enquanto jantávamos, os lacinhos do cabelo da menina, as dúvidas existenciais da terceira garrafa de vinho, os labirintos borgianos dos quais dependemos por tanto tempo, perdendo e encontrando o que sequer procurávamos, macarrão ao sugo, sorvete de creme com anis estrelado, todo um universo, todo um universo perdido e disforme, ausente, que ecoa e não sei mais o que fazer dele. A sua falta é minha, o seu nome é meu choro e minha raiva e todos esses anos são, mesmo, todos esses anos. Se eu pudesse acreditar num lugar melhor, numa vida melhor, eu poderia acreditar que você está lá e que a paz é algo que nos encontra.

Vem cá, meu bem

Repetir para Elaborar

Reclames do Drops

Rádio Drops

Piu Piu

Instagram

Águas Passadas