Uma semana difícil

Algumas semanas são assim. Difíceis. A gente não corre. Não grita com os outros (ainda que ouça gritos dos descontrolados). A gente não joga as coisas na parede (tudo bem, confesso, às vezes algum dicionário voa) e, é claro, a gente não desconta nos gatos. A gente segue na única direção possível. Isso.

*

Gente, roupa preta não emagrece. O que emagrece é dieta.

*

O cara que reclama porque não tem trabalho. Daí, o cara que reclama porque tem trabalho demais e não tem vida e não pode passear e… Jamais entenderei.

*

Conversando com um amigo no domingo, chegamos à conclusão que vamos para a rua exigir um trem chamado “BOLSA LATINO-AMERICA”. Os contemplados (ele e eu, só), receberiam autorização pra fazer um puxadinho no sítio do do Mujica e ficar lá até o apocalipse-zumbi. Eu sei capinar, ordenhar (será que eu ainda sei ordenhar?), fazer pão (na mão, a máquina de pão inda é um mistério-misterioso e me encara, irônica, lá do balcão), fazer sardela, acender fogo de um monte de formas, cantar várias de musiquinhas dos anos 1970 e19 80 (nunca subestimem os benefícios duma rodinha de violão). Não sei rachar lenha, mas meu amigo é grande, ele há de se virar. Certeza que Mujica vai achar alguma utilidade pra gente. Não entendo de plantação (a não ser que feijão no algodão dentro do copinho de danone conte), mas se Mujica me aceitar, prometo aprender.

*

Amo quando meus amigos que entendem de computadô e gentilmente querem me ensinar alguma coisa, dizem ‘abra o iniciar e clique em….’. Paro de entender aí, claro, e não tenho a menor condição de fazer nada daquilo que eles mandam, mas o que vale é a intenção e a delicadeza deles.

*

O mundo do cinema se divide entre filmes com e sem o Samuel L. Jackson, e os ‘sem’ são minoria. Não que eu esteja reclamando, amo esse cara. Adoro ele ser tão filmeiro. Só essa semana, assisti três. Tudo bem, talvez não tenha sido assim, tão dificil.

*

(história antiga)

– A roupa tá boa?

– Tá.

– Não marca aqui em cima?

– Não.

– Orna com o sapato?

– Orna.

– E o que é que eu faço com esse cabelo ridículo?

– Quer uma tiara, mã?

– Minha filha, e eu lá tenho idade pra usar tiara?

– Mã, idade pra usar tiara nenhuma de nós duas tem. Não tou perguntando isso, não tou fazendo enquete. Quer uma tiara pra ir passear?

– Quero, vá.

*

Da lista de 250 filmes que pergunta “Quantos filmes você viu?”, vi 38. Ou seja.

PS: Ah sim, forçoso admitir, os filmes da série “Senhor dos Anéis”, só vi porque a querida Ana Laura, dias depois da morte do não menos querido A., passou os três, um em seguida do outro, numa tentativa muito linda e muito fofa de me distrair.

E meu amigo D., numa cavalheiresca tentativa de me consolar, disse que não, eu não vivo num mundo à parte, só assisto vezes demais os mesmos filmes para “dominar o assunto”. Um lorde.

*

Uma coisa é uma coisa. Outra coisa é oura coisa. Só pra esclarecer.

*

(história antiga)

E a moça:

_ Que cor de esmalte você quer?

E eu:

_ Vermelho.

E a moça:

_ Esmalte vermelho-paixão ou esmalte vermelho-tomate?

E eu (em pensamento):

_ Moça, não força a amizade.

*

Você sabe que fracassou quando depois de virar a madrugada trabalhando, vê que o dia amanheceu, que na televisão rola um filme chamado Aventuras Caninas (título autoexplicativo), que o prazo vence hoje e que…. Sei lá. Você não lavou a cabeça. Não toma os remédios há uns 4 dias. Perdeu três consultas consecutivas na dentista. Comprou vestidos sem ter grana para isso. E… ah, sei lá mesmo. É tanta coisa. Seu fracasso está em todos os lugares.

14 comentários em “Uma semana difícil”

  1. E o que dizer do ” assistir mais dos mesmos filmes ” não tenho ido a NETFLICA e fico abismada com o povo que vai dando milhares de indicações e fazendo comentários de todas as séries, todos os filmes e documentários. Ultimamente tenho só conseguido pegar meu cobertorzinho e colocar o Bob Goren em looping. Aliás, tenho gostado demais do Zack Nichols também e o episódio chamado Palimpsesto é de uma lindeza sem par. ( Pra não dizer que também não dou indicações ) Beijos Falzita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *