Nada disso era você

Foi há tanto tempo. Você não existia. Meu mundo seguia em frente, porque você estava em algum lugar, mas em lugar nenhum. Seu nome não era. O sol, as casinhas, os gatos que eu tinha na época, meus planos, meus passos: nada disso era você.

4 comentários em “Nada disso era você”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *