Domingo-caderninho

Livrinhos coloridos, cães estranhos, móveis a alguns centímetro do chão e plantas que desafiam as leis mais básicas da botânica: desenhos de um monstro que não sabe desenhar, duma vida improvável, dum alguém que não está.

4 comentários em “Domingo-caderninho”

  1. Eu ia fazer pretzel. Ok, eram 22:45hs do domingo, eu nunca tinha feito na vida e o resto do dia eu tinha passado querendo acordar, quando dormindo e querendo dormir, quando acordada. Como a semana anterior, aliás. E a anterior a ela. Etc. Mas eu ia fazer pretzel e o domingo, a semana, esse período, talvez a vida revelassem seu sentido. Eu não sovo massa (#preguiçosa e #fracote), mas isso não seria problema porque a receita era com máquina de pão, ieba, eu tenho uma máquina de pão. Coloquei a melecada toda lá: leite morno, água morna, ovo, manteiga, farinha de trigo, fermento. Daí eu descobri que tinha uma máquina de pão. Ela queimou. Ou se revoltou, sei lá. Liga, mas se recusa a misturar as coisas. Fiquei sem pretzel, sem sentido pra vida, com prejuízo e na dúvida se compro outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *