Coup d’état

Mudamos.
Você, a vida, o país, o Natal. Mudamos todos – o país para pior, muito, muito pior, mas xapralá.
Os monstros também mudam, claro, sempre para melhor.
Semana passada, Aquela Que Me Batizou esteve aqui com um texto sem-vergonha falando sobre mudança. Ela voltará, claro. Ela sempre volta.

Hoje, porém, estou aqui, dessa minha maneira meiga, and assertiva, para declarar:


VOU MUDAR GERAL ESSA BAGAÇA!


Casa nova, novos cantinhos, novos amigos, um catiorrinho para chamar de meu!
Sim, tudo novo.


Drops da Fal sob nova direção: a minha.

Estarei na sala da diretoria, debaixo do ar condicionado, produzindo meus desenhos perfeitos, porque, né, se não eu, quem?

Quando não estiver desenhando, meditarei sobre a finitude humana, pés sobre a mesa, vendo séries, comendo a cabeça dos inimingos, bebendo cacacola gelada.


No chão da fábrica, minha equipe produzirá textos, livros e demais tranqueiras, sempre sob minha rigorosa supervisão.

São novos tempos no Drops da Fal, amigos.

Tejem preparados.


Maximus, el jefe.

2 comentários em “Coup d’état”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *