Preparo a chaleira, separo as páginas, afio o lápis.

Armo as palavras, apuro o olhar, mergulho o infusor.

Desenho a intenção , sorvo o calor, repenso o argumento.

Contrabandeio seu nome, conjugo  sentidos, pouso xícara no pires.

Quer meu livro novo? Escreve pra mim: comoensinarumidiotaadancar@gmail.com