A carta aberta do Monstro

Não, as coisas não vão bem. Mesmo. Eu sei, você sabe. O mundo acabou. Além disso, estamos chatos. Insuportáveis, malas, idiotas. Sacais. Textos chatos (o nosso, por exemplo), discussões medíocres, conclusões rasas. Em todos os cantos, gente burra ou que se acha espertona e também é burra.
Tudo ruim. Intolerável. Sem esperança de melhora.
Tudo.
Menos meu site.
Meu site tá lindo. Fofo. Engraçado. Organizado. Perfeito.
Graças a mim, que sou um gênio cibernético.
E à Guilda do Drops, esse grupo adorável e querido, que resolveu que valia a pena se juntar para cuidar do Drops.
Então é isso, site novo, vida nova. Bom, site novo.
Sim, ainda tem cousas a arrumar, eu sei. Eu sei.

Sejam bem-vindos. Todos vocês.

Maximus

9 comentários em “A carta aberta do Monstro”

  1. Estou emocionada, ficou tudo, tudo, tudo muito lindo. Parabéns, Maximus. Parabéns, também, Fal e Suzi. Se tudo está tão, tão, tão cinza e dolorido, vocês são a fresta, a brisa, o lampejo de beleza.

  2. Parabéns Fal! Parabéns, Suzi! O site tá lindo, fácil de navegar e curtir!
    Amei as personagens novas! E já tratei de inaugurar a lujinha!!! 🥰

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *