Marielle, um ano

de Renata Lins

Há um ano, a Lu escreveu “meu coração com os queridos do Rio”.

Eu não sabia do que ela falava, e fui saber.

Dei um grito alto: “Mataram a Marielle!”, sem querer acreditar.

E chorei abraçada com meu filho.

Marielle, a força. Marielle, o sorriso. Marielle, a luta. Marielle a esperança.

Marielle, que eu tinha abraçado de alegria há tão pouco tempo.

Mataram.

Não sabiam que ela ia ficar. Que ela ia crescer. Que ela ia germinar.

Marielle que acompanha a gente e ajuda a atravessar a chuva fria.

Marielle que tá no mundo agora. O sorriso. A força. A esperança. A vontade.

Marielle, bora lá. Ainda tem caminho. Tanto.

Renata Lins é economista, canhota, e pode ser encontrada aqui: 
https://chopinhofeminino.blogspot.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *