4 comentários em “”

  1. Improviso, sim, sempre que possível. Agora muito mais, porque os meus dias são rectilíneos, sem domingos para fazer diferença. Sirvo-me do improviso para colocar alguns bumpers e algumas curvas leves na enorme reta, para reduzir a marcha e tirar-me a visão do “vanishing point”.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s